Início » Notícias » Curto-Circuito: seleção para programa indisciplinar no Núcleo do Dirceu (PI) começa hoje

Curto-Circuito: seleção para programa indisciplinar no Núcleo do Dirceu (PI) começa hoje

O Núcleo do Dirceu (Teresina, Piauí) amplia suas atividades na direção de uma plataforma de criação autônoma, propondo um programa indisciplinar de interação entre criadores contemporâneos: o Curto-Circuito.

De acordo com as informações cedidas pelo site do núcleo:

curto-circuito é um projeto de formação artística e ocupação do Galpão do Dirceu por 20 jovens artistas, ativistas ou produtores culturais, durante o período de um ano, dividido em dois semestres. O programa propõe uma colaboração horizontal desses criadores com os criadores do Núcleo do Dirceu e outros convidados, e compartilha as pesquisas e experiências dos últimos sete anos através de um processo de formação imbricado em processo de criação sem foco em resultados.

curto-circuito é um programa indisciplinar – e não “adisciplinar” – porque atua nas fronteiras entre as linguagens e nas zonas borradas entre o que seja ou não Arte. O programa propõe uma atuação nas fissuras e bifurcações que se dão no encontro entre diferentes maneiras de pensar e fazer arte, focando na geração de um conhecimento amplo, democrático e não formal, e em outros modos de existir, operar, produzir e compartilhar no campo das artes contemporâneas.

curto-circuito inaugura um momento novo e importante para o Núcleo do Dirceu, que com esse programa passa a atuar no Piauí preenchendo um espaço de carência de instituições e programas de formação artística.

A seleção acontecerá durante 3 semanas, do dia 21 de janeiro ao dia 8 de fevereiro, e os interessados podem participar livremente e sem compromisso de frequência nos encontros propostos. Serão três encontros semanais, cada um com um enfoque específico: teoria, prática e criação. A inscrição é feita preenchendo um formulário simples, e pode ser feita no Galpão, em qualquer dia de atividade, basta vir. Os candidatos podem começar a frequentar os encontros mesmo que já estejam em andamento, a partir de qualquer dia.

Não precisa ter experiência, basta o interesse em criar e produzir.

A partir das experiências desenvolvidas em nove encontros (sempre às segundas, quartas e sextas), o Núcleo pretende chegar aos 20 criadores que seguirão no programa, que inicia no dia 25 de fevereiro. Saiba mais aqui.

Leia mais:  [vídeos] Documentário sobre o projeto Outras Danças Brasil/Chile/Colômbia

 

Comentários