Início » Notícias » No Rio de Janeiro: oficina "Corpo Aberto" + coreografias para bonecos em "Peh Quo Deux"

No Rio de Janeiro: oficina "Corpo Aberto" + coreografias para bonecos em "Peh Quo Deux"

Ana Paula Kamozaki promove a oficina Corpo Aberto no Espaço SESC (Rio de Janeiro), da qual pessoas de idades variadas podem participar (ver flyer acima). A proposta gira em torno do encontro entre pessoas interessadas no corpo e no movimento como agentes de transformação.

Corpo Aberto ocupará o programa “Espaço Corpo” do SESC, dedicado a atividades físicas e criativas entre dança, teatro e expressão corporal. As aulas da oficina se estenderão entre os meses de janeiro e fevereiro, sempre às terças e quintas-feiras (12h30 às 14h30).

O Espaço SESC fica na Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana – Rio de Janeiro (RJ).

[Bonecos do espetáculo Peh Quo Deux / foto: divulgação]

Também no Rio de Janeiro, com temporada que se estende até 23/fev (dom), a Cia. de Teatro de Bonecos e Animação PeQuod apresenta seu primeiro espetáculo de dança, intitulado Peh Quo DeuxAo celebrar 15 anos de atuação em 2014, a companhia convida coreógraf@s a criar “pas-de-deux” para bonecos e objetos.

Cinco coreógraf@s contemporâne@s – Bruno Cezario, Cristina Moura, Márcia Rubin, Paula Nestorov e Regina Miranda – trabalharam em suas criações a partir dos temas indicados em Seis Propostas para o Próximo Milênio, belo livro do escritor italiano Ítalo Calvino. A Cia. de Teatro de Bonecos e Animação PeQuod conta com a direção, milimetricamente ousada, de Miguel Vellinho, e com um elenco de titereir@s de primeira – Raquel Botafogo, Liliane Xavier, Mariana Fausto, André Gracindo, Miguel Araújo e Márcio Newlands.

Leia mais:  [textos] eixo do fora#9: "Linhas/rotas/trajetórias", por Dally Schwarz

Peh Quo Deux acontece de quinta a domingo, sempre às 20h, no Oi Futuro Flamengo. A classificação indicativa do espetáculo é de 10 anos, mas ele promete não ser só para crianças. Vale conferir!

O Oi Futuro Flamengo fica na Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo – Rio de Janeiro (RJ).

 

Comentários