Início » Notícias » Entre São Paulo e Rio de Janeiro (parte 2): espetáculos em cartaz + 1o. Fórum Carioca de Dança

Entre São Paulo e Rio de Janeiro (parte 2): espetáculos em cartaz + 1o. Fórum Carioca de Dança

Em São Paulo, o estudiofitacrepe inaugura a programação 1+1=2: dois solos distintos são apresentados numa mesma noite. A proposta é que o encontro se repita mensalmente. Para abrir o programa, Beatriz Sano e Kenia Dias apresentam seus trabalhos: Solo e Lambe-Lambe, respectivamente (ver foto acima).

Solo, de Beatriz Sano, é o encadeamento de movimentos comuns, todos aparentemente muito simples, executados com a mesma velocidade num fluxo de movimento contínuo. O espaço começa a se formar na medida em que este fluxo se estabelece no tempo, fazendo do simples, um pouco além do usual.

Já, Lambe-Lambe, de Kenia Dias é uma performance que investiga as fronteiras entre o público e o privado, os limites de identidade, o corpo como único território a ser marcado e explorado, e a transitoriedade. A pesquisa partiu da observação dos modos de vida de moradores e pedintes de rua.

1+1=2 acontece neste sábado (17/mai), às 20h. Os ingressos custam R$20 e há apenas 30 lugares disponíveis. Para efetuar sua reserva, envie um e-mail para fitacrepemovimento@gmail.com.

O estudiofitacrepe fica na Rua da Consolação, 2.582 – Consolação – São Paulo (SP).

[Unterweg(s), com o Grupo LAPETT / foto: Silvia Machado]

Também em São Paulo, o Grupo LAPETT – Laboratório de Pesquisa e Estudos em Tanz Theatralidades – apresenta duas sessões gratuitas de Unterweg(s) na Tenda Cultural Ortega y Gasset (localizada na Universidade de São Paulo (USP))Dirigido por Sayonara Pereira, o espetáculo propõe um caminho por diferentes estações da vida, devidamente “atualizadas para o contexto da cena ou em forma de partitura coreográfica reescrita”. Em alemão, ‘unterwegs’ significa “estar no caminho”.

Conforme explicam as/os artistas do Grupo:

O processo para Unterweg(s) foi um caminho que exigiu de todo o elenco visto em cena, e o elenco de colaboradores, uma parada mais efetiva para escutar o seu interior, e os sons talvez inaudíveis; olhar para dentro de si e também em volta de si. E depois, como nos sugere o autor BONDÍA (2002), foi preciso “(…) pensar mais devagar, olhar mais devagar, e escutar mais devagar; parar para sentir, sentir mais devagar, demorar-se nos detalhes, suspender a opinião, suspender o juízo, suspender a vontade, suspender o automatismo da ação, cultivar a atenção e a delicadeza, abrir os olhos e os ouvidos, falar sobre o que nos acontece, aprender a lentidão, escutar os outros, cultivar a arte do encontro, calar muito, ter paciência e dar-se tempo e espaço”.

Em cena, estão Letícia Araujo, Nadya Moretto e Rafael Sertori. Unterweg(s) conta com a assistência cênica de Leticia Olivares, a cenografia sonora de Otávio Coelho Neto Arantes do Nascimento, a assistência sonora de Ametonyo Silva, além do desenho de luz de Felipe Boquimpani. Sayonara Pereira, diretora do espetáculo, é professora da Escola de Comunicações e Artes da USP.

Leia mais:  Inscrições abertas em São Paulo: Fomento à Dança + VERBO 2015

Com classificação indicativa 10 anos, as sessões de Unterweg(s) acontecerão amanhã e sábado (16 e 17/mai), sempre às 20h30.

A Tenda Cultural Ortega y Gasset fica na Rua do Anfiteatro, s/n – Praça do Relógio – Cidade Universitária – Butantã – São Paulo (SP).

No Rio de Janeiro, a Associação Escambo Cultural promove o 1o. Fórum Carioca de Dança neste sábado (17/mai, às 18h) (ver flyer acima). Com discussões em torno do tema “O Cenário da Dança no Rio de Janeiro”, o Fórum pretende abordar assuntos como políticas de incentivo, acessibilidade aos espaços públicos e privados, além de possíveis rumos para a produção em dança da cidade.

Além de uma mesa-redonda, o evento ainda contará com apresentações de grupos convidados e um baile de confraternização. Para mais informações, vale conferir a página do Fórum no Facebook.

Comentários