Início » Notícias » Ocupação artística: SP Escola de Teatro recebe projeto do Grupo Musicanoar a partir de abril

Ocupação artística: SP Escola de Teatro recebe projeto do Grupo Musicanoar a partir de abril

[O espetáculo Deslugares é uma das ações do projeto de ocupação artística do Grupo Musicanoar em São Paulo / foto: Inês Correa]

Com atividades que se iniciam nesta quarta-feira (1/abr), o projeto de ocupação do Grupo Musicanoar na SP Escola de Teatro inclui diversas ações gratuitas: de apresentações do espetáculo Deslugares (ver foto acima) a intervenções urbanas e exposição fotográfica. O projeto, intitulado Corpos Transversos, foi contemplado pela 16a. edição do Programa de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo.

A abertura do projeto, que se estenderá até 23/mai, fica por conta da exposição Rastros Deslugares e Intervenções Urbanas. Com o objetivo de compartilhar um percurso de experiências do grupo, a exposição compõe-se de fotografias de Inês Correa, Gil Grossi e João Caldas, além de desenhos e anotações.

Também na quarta-feira, as sessões de Deslugares começam a acontecer na sala R8 da Escola, com capacidade para apenas 30 pessoas. Em abril, o espetáculo ganha apresentações, sempre às 21h30, nos dias 1 e 2, além do período entre os dias 8 e 10. No mês de maio, as apresentações seguem às 21h30, nos seguintes períodos: 6 a 10, 13 a 16, e 19 a 23. No domingo dia 10, haverá duas apresentações, às 17h e 20h.

O Grupo Musicanoar trabalha de forma sistemática no campo da dança, estabelecendo conexões entre o fazer e o pensar em arte contemporânea. Conforme explica o texto de divulgação do Grupo: “Neste trajeto, alguns questionamentos apontam para a interdisciplinaridade (…) Estas reflexões ressaltam o caráter processual próprio da dança contemporânea, que se radicaliza em certas configurações cênicas”.

Leia mais:  Até 15/abr: inscrições prorrogadas para congresso nacional de pesquisadores em dança (SP)

A SP Escola de Teatro fica na Praça Roosevelt, 210 – Centro – São Paulo (SP). Para conhecer mais sobre o trabalho do Grupo Musicanoar, visite o site: www.grupomusicanoar.com.br.

Comentários