Início » Notícias » Jogos

Jogos

JOGOS jams

Formas de brincar, de criar composições. O jogo é um fenômeno social que pode se converter em ferramenta educacional, de criação e interação.

Na dança, ele traz consigo o lúdico, as regras, a abertura, os limites. Também instaura um estado de conflito. Performers/dançarin@s dependem uns d@s outr@s para suas criações, e nos lembram de que somos membros de uma comunidade, de grupos sociais nos quais cada pessoa é uma potência para o desenvolvimento do todo.

Uma brincadeira já conhecida, ou a dança como um jogo em que se negocia com o espaço, o outro (aquel@ que dança junto) ou quem assiste. Como referência de pensamentos-para-pensar-e-praticar jogos temos Augusto Boal, Klauss e Angel Vianna, Antonio Nóbrega, Ivaldo Bertazzo.

Algumas práticas corporais como a capoeira trazem em si o termo ‘jogar’; outras como o contato-improvisação não se utilizam das palavras ‘brincar’ ou ‘jogar’, mas promovem em sua organização de jams um espaço para encontros, improvisos e jogos entre corpos.

 

[*] Esta postagem integra a série Repertórios – uma das ações do projeto Dança Carioca na Rede: Corpo e Memória.

 

Comentários

2 comments

  1. Iane says:

    MARAVILHOSO, GENTE! Parabéns pela escrita! E vamos jogar, brincar e dançar!

Comments are closed.